.
“Os fariseus e os escribas tomaram as CHAVES DA GNOSIS. Eles não entraram e nem deixaram entrar aqueles que queriam entrar. Vós, no entanto, sede sábios como a serpente e manso como as pombas”
( JESUS CRISTO – Evangelho de São Tomé )

"Seguramente, cada um que receba um Mistério do Reino da Luz, irá e herdará até à região na qual recebeu Mistérios. Porém, não conhecerá ... a Gnose do universo e porque é que tudo isto surgiu a menos que conheça a UNA e Única Palavra do Inefável que é a Gnose do Universo. ..... E de novo vos digo abertamente: EU SOU A GNOSE DO UNIVERSO"
.
(Jesus Cristo em Pistis Sophia, o livro sagrado do cristianismo gnóstico primitivo)

.

Em Defesa da Divina Gnosis do Cristo.

Em Defesa da Divina Gnosis do Cristo.
JESUS CRISTO, Grande Mestre Gnóstico e Chefe da Loja Branca.
.
.

Kali; a rainha dos infernos e da fatalidade.


Os Dois Tipos de Obscuridade;  a NATURAL e a FATAL.
( Nova Edição )

Antes de entrarmos neste tema, é preciso entender primeiramente que a criação é dual e é por isso que nela vamos encontrar o ESPÍRITO e a MATÉRIA,  o SOL e a LUA, o DIA e a NOITE,  o AR e a TERRA, o FOGO e a ÁGUA, a VIDA e a MORTE etc.

Toda esta dualidade é necessária para que surja a criação e se dê o movimento natural da vida e de toda a mecânica cósmica. Sem a MATÉRIA primordial o ESPÍRITO não pode modelar sua criação. Sem a substância mental, não se pode tomar forma a MENTE. No entanto, existe a MENTE SUPERIOR, da qual se expressa a luz crística da consciência ( ou verdade universal ) e a MENTE INFERIOR que é residência das teorias, fantasias, ilusões, estórias e também de toda classe de maquiavelices, artimanhas, malignidades, crueldades etc.

DIA E NOITE são opostos entre si, assim como LUZ é o contrário das TREVAS. Entretanto, EXISTEM DOIS TIPOS DE TREVAS; a primeira podemos chamar de obscuridade natural positiva ( ou super obscuridade ) que é natural e necessária à criação ( como no caso da NOITE ), assim como é necessário também a destruição de tudo o que é inútil e danoso.  Já, a segunda obscuridade, é a obscuridade negativa e fatal proveniente da IGNORÂNCIA e do MAL, que é infra obscuridade. Poderíamos dizer que a MATÉRIA, como substância primordial, como natureza oposta e contrária ao ESPÍRITO, é obscuridade natural positiva  e ela existe como um útero gestador e modelador do pensamento e da obra do CRIADOR, muito embora pela sua materialidade se oponha a natureza fluídica e liberta do ESPÍRITO. Porém, a obscuridade positiva tem sua antítese negativa, que vem do ego, por exemplo, para produzir ignorância e maldade no mundo; esse já é o outro tipo de trevas. Uma coisa é a NOITE, o OCULTO, o VELADO, a MATÉRIA CAÓTICA, a SEMENTE IGNOTA, as ÁGUAS ESPERMÁTICAS como obscuridade natural de onde surge a criação e a sabedoria; outra coisa completamente diferente é a obscuridade negativa e fatal proveniente da IGNORÂNCIA e do MALIGNO, e que está refletido nas infradimensões.

Então temos dois tipos de TREVAS; a OBSCURIDADE NATURAL como substância que tem que tomar o sentido natural positivo para criar e produzir sabedoria; e a OBSCURIDADE FATAL que tomou o sentido inverso e negativo pela manifestação negativa do ego e da mente do anticristo, produzindo o mal e todo tipo de tenebrosidades.  

A respeito da obscuridade natural diz o Mestre Samael: "Do Caos sai o Cosmos e das Trevas a Luz",  em seu esplendoroso livro "Pistis Sophia Desvelado".

"A verdadeira substância de Sophia, temos de procurá-la no Caos.
É no Caos que se encontra a glória de Sophia.
Lux In Tenebris Lucet
A Luz brilha nas Trevas.
Sophia brilha nas Trevas.
A Água estrelada, o Mercúrio preparado, substância obtida em forma de água metálica branca e brilhante, é o resultado da Arte Hermética.
O que se encontrava difuso na massa tenebrosa, grosseira e vil do esperma animal, reluz agora mediante a Transmutação Sexual.
Do caos sexual surge sempre a Luz de Sophia e esta Luz resplandece nas Trevas. Sophia, como Verbo, é «Yaldabaoth» em plena ação".
( V.M. Samael Aun Weor )

Assim que, de mesma maneira, podemos dizer que existem dois tipos de Kali; a deusa Kali em seu aspecto destruidor positivo e a kali em seu aspecto negro e serpentino negativo.
A deusa mãe, como terceiro aspecto da Mãe-Divina é positiva, porque é Justiça, amor e morte e está intimamente associada a natureza infradimensional. 

Em contrapartida, a deusa em seu anverso antitético fatal, é aquela conhecida imagem da   Kali dos adeptos da magia negra que é de onde surge toda obscuridade fatal proveniente da tenebrosa ciência negra e da magia tântrica negativa dos invertidos, quando usam a força fohática cega da natureza de forma anti-natural, negativa e invertida. Este é o outro tipo de trevas, relacionado a ignorância, a infrasexualidade de Lilith e Nahemah ( antítese da Eva/Vênus ) e demais engendros tenebrosos provenientes das artes negras que utiliza a matéria caótica para seus fins escusos.
Quando as forças da criação são usadas negativamente e invertidamente pelos adeptos da feitiçaria, bruxaria e magia negra etc., tem-se a  formação das trevas como obscuridade negativa e fatídica, que aparecem nas infradimensões da natureza. Lembrando que existe o EU DA BRUXARIA que tem levado as pessoas a entrarem nas ciências ocultas negras. FUJA DISTO!!!

O Mestre Samael relata-nos que na Índia cultua-se a Kali como terceiro aspecto da Mãe Divina, que é a deusa Mãe-Morte modeladora da natureza infradimensional ( que é a mesma Hécate dos gregos, a Coatlicue dos astecas e a Prosérpina dos egípcios ); mas, também adora-se a sua antítese fatal, que é a KALI NEGRA dos adeptos da magia negra. É claro que nenhum gnóstico de Samael rende culto a  Kali, muito menos a divulga. Os que a divulgam são os infiltrados disfarçados de gnósticos.
Os gnósticos do V.M. Samael e do V.M. Rabolú somente cultuam a VIRGEM e o CRISTO da SANTÍSSIMA TRINDADE PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO.

A VIRGEM MARIA que o V.M. Samael muito citou e divulgou, corresponde a Maria, Isis, Réia, Cibele, Shakti, Stella Maris, muito cultuadas desde as culturas antigas. ELA é sempre virgem antes e depois do parto e seu rosto divino é de mãe terna, serena e amorosa, tal como sempre aparece para os gnósticos ( os verdadeiros ); tal como a vemos, por exemplo, no quadro MONALISA de Leonardo da Vinci que nada mais é do que a sua Mãe Divina interior. Veja mais em nosso ÁLBUM DE FOTOS sobre a Mãe Divina ( Deus como Mãe ) na Arte do Mundo.
https://goo.gl/photos/Jb91eXe7Ua8sWPBEA

O ego é a raiz da ignorância, da dor e da ilusão, que é o segundo tipo de trevas e é justamente na região infradimensional que vai se dar a involução e a desintegração do ego animal INVOLUNTARIAMENTE para libertar os 3% de consciência ou Essência que está socada entre os milhares de eus, caso não eliminemos o ego voluntariamente e conscientemente, aqui e agora.

Sobre a eliminação do ego, leia mais em:
Técnica para desintegrar o ego ( em morte em marcha )

Gnomo - escultura
A Essência é a fração de Alma/Consciência que toda criatura leva dentro de si mesma. A morte do ego nas infradimensões é a SEGUNDA MORTE de que fala São João no apocalipse. Então os 3% de Essência livre, que estava aprisionada e sufocada na multiplicidade de eus psicológicos, se liberta e converte-se em um ELEMENTAL da natureza, num Gnomo, para recomeçar a evoluir desde o reino mineral, depois o reino vegetal e animal até conquistar novamente o reino humanóide, para muito tempo depois ganhar novamente um novo corpo físico e viver entre os homens; na verdade entre os humanóides, porque o verdadeiro HOMEM é aquele que fabricou os corpos crísticos solares astral, mental e causal para converter-se em ANJO.

Samael Aun Weor, deixa muito claro, em seus ensinamentos gnósticos profundos e reveladores , que SHIVA, o Terceiro Logos, é o mesmo Espírito Santo da Santíssima Trindade e que se desdobra em SHAKTI;  a DEUSA-MÃE. Em outras palavras Shiva se desdobra em Shakti, em Deus como Mãe, por isso ELA ser sempre VIRGEM, tal como fora representada por MARIA, a mãe do Cristo Jesus.

"Todo anjo é, certamente, filho da Divina Mãe Kundalini. Ela é realmente virgem antes do parto e depois do parto.
Em nome da verdade, solenemente asseveramos o seguinte: O esposo de Devi Kundalini, nossa Mãe cósmica particular, é o Terceiro Logos, o Espírito Santo, Shiva, o primogênito da criação, nossa Mônada íntima, individual ou melhor, diríamos, sobre-individual". ( V.M. Samael Aun Weor )

 
Muito se falou sobre Shiva e sua esposa Devi kundalini Shakti ( a Mãe Divina ), que os tantristas negros querem confundir com Kali, em seu aspecto negro, oposto e fatal.

Shiva - Shakti

Ela, Devi-Shakti, é o aspecto feminino de Shiva. Ela, Devi Kundalini Shakti é a MÃE DIVINA ( DEUS-MÃE ); Ela é também Prakriti, a Deusa Mãe-Espaço, que toma vários nomes devido aos seus cinco aspectos.

Os diferentes aspectos da Mãe Divina são altamente significativos e exigem de nós, estudantes gnósticos, uma compreensão cada vez mais clara e profunda, para não cairmos na lábia dos tantristas negros  e seus exércitos de seguidores que surgem para confundir tudo, com o propósito evidente de levar os inquietos buscadores às suas seitas luciferianas tenebrosas.

Os Cinco Aspectos da Mãe Divina

Simbolizada pela VACA SAGRADA DE CINCO PATAS,  com a quinta pata nas costas  como que para se coçar ou espantar moscas, a Divina Mãe possui cinco aspectos fundamentais, representada pelas cinco patas que é o mistério esotérico da pentalfa, a saber:

O PRIMEIRO ASPECTO correspondente a Imanifestada Prakriti, a Mãe Cósmica, o Grande Ventre, a matéria cósmica indiferenciada, que existe muito antes de ter surgido o cosmos tridimensional.  A Mãe-Espaço é a matéria primordial da GRANDE OBRA. Diz o Mestre Samael Aun Weor: "O ESPAÇO como MÃE é o seio fecundo de onde tudo sai e de onde tudo volta".
SEGUNDO ASPECTO é a Deusa Mãe manifestada conhecida como Casta Diana, Isis, Tonantzin asteca, etc. A Deusa Mãe nos ama profundamente. Dela só emana amor, porque Deus-Mãe é amor.  A Deusa Mãe também sobe pelo canal medular quando convertida na serpente de fogo ( kundalini ) quando se trabalha com o o GRANDE ARCANO.
TERCEIRO ASPECTO é a Deusa Mãe-Morte.
QUARTO ASPECTO é nossa Mãe Natura particular, criadora de nosso organismo físico.
QUINTO ASPECTO é a Maga Elemental, a quem devemos todo o instinto e impulso vital.

"Jamais poderíamos andar na rochosa senda que conduz até a liberação final sem o auxílio da Divina Mãe Kundalini". ( V.M. Samael Aun Weor )


A Mãe Divina em seu TERCEIRO ASPECTO  é a Hécate dos gregos, a Coatlicue dos astecas, a Prosérpina dos egípcios e Kali dos hindus ( em seu aspecto superior e positivo ).  Ela é a Deusa Mãe−Morte, que é terror de amor e lei.
A deusa kali, em sua face positiva, é a viva expressão da lei, da justiça e da morte que vai  destruir o ego  animal e colocar um fim no que é destrutivo, maligno e anti-natural, e que sempre se dá na região do abismo. O terceiro aspecto da Mãe Divina também pode se transformar em sua antítese fatal que é a deusa Kali negra.

Escreveu o V.M. Samael:

"Vamos ao grão, aos fatos. Precisamos compreender fundamentalmente que o terceiro aspecto da Mãe Cósmica, chama−se Hécate ou Prosérpina, tem sempre a possibilidade de desdobrar−se em dois aspectos mais do tipo oposto ou fatal. Definamos. Aclaremos. Esses dois aspectos negativos da Prakriti vêm a constituir o que se chama Kali ou Santa Maria.
As duas polaridades da grande Mãe−Espaço estão representadas no Arcano VI do Tarot. Recordemos a virtude e o vício, a virgem e a rameira, Eva, a lua branca, e Lilith, a lua negra. Recordemos as graciosas esposas de Shiva, o Terceiro Logos: PARVATI e UMA, cujas antíteses são aquelas mulheres sanguinárias e ferozes: DURGA e KALI. Esta última é a tenebrosa regente desta horrível idade ou yuga: Kali Yuga. Kali, como a serpente tentadora do Éden, é o abominável órgão Kundartiguador, do qual tanto falamos em nossas Mensagens de Natal precedentes".
 


Nenhum gnóstico verdadeiro rende culto a Kali, obviamente, e nem a Lúcifer, só os adeptos da magia negra. Os gnósticos, os verdadeiros, somente rendem culto a VIRGEM e ao CRISTO e quando trabalha na eliminação do defeito psicológico, ele roga para a VIRGEM que desintegre seu defeito psicológico, ou seja, ele pede para a sua Mãe Divina particular e individual ( Deus como mãe ) para a desintegração do defeito psicológico auto-observado, todas as vezes que o mesmo aparece, seja em nossa mente, em nosso coração e em nossos atos. Dizia o V.M. Samael: "Defeito auto-observado, defeito morto".

Obra de arte: Monalisa
O grande e venerável mestre Samael Aun Weor, fala sobre os mistérios da obra mais famosa do mundo: Monalisa de Leonardo da Vinci. Revela-nos o Avatara da Era de Aquário que a célebre obra Monalisa ( também conhecida como Gioconda ) é a Mãe Divina pessoal e individual de Leonardo da Vinci. O valor da obra não reside apenas no hábil domínio dos pincéis e na expressão enigmática da arte renascentista habilmente executada pelo genial Leonardo da Vinci , mas também pelo seu valor espiritual, esotérico e transcendental. Contrariamente as especulações dos intelectuais, a Gioconda não foi nenhuma amante de Leonardo, obviamente, e sim a sua Mãe Divina interior, particular e individual. Ao contemplar a famosa obra de arte, o leitor poderá notar o olhar sereno, amoroso e de mãe de Monalisa, a Divina Mãe de Leonardo da Vinci.

"Na Monalisa não há nada de voluptuosidade, nem de erotismo, nem de flerte ou algo que se pareça a coisa humana, não há nada disso Nela".
( V.M. Samael Aun Weor ) 

Relatos ( resumidos ) do V.M. Samael sobre a Mãe Divina:

"...Ísis, Adônia, Tonantzin ( o segundo aspecto da minha Mãe Divina Kundalini), veio a mim mais veloz que o sopro do Euro…
Não tinha um rosto próprio de um mortal, possuía uma beleza impossível de definir com palavras, parecia irmã de Febo Apolo…
Eu me vi em seus amantíssimos braços imaculados. Parecia a adorável uma “dolorosa”, como aquela do bíblico Evangelho crístico…
Tinha fome e me deu de comer, sede e me deu de beber; enfermei e me curou. Impossível esquecer suas palavras:  "Filho meu, tu, sem mim, na hora da morte, estarias completamente órfão.”
Logo continuou dizendo: “ Tu, sem mim, estarias no mundo totalmente só. Que seria de tua vida sem mim?”
Posteriormente repeti: “Certamente, sem ti, Mãe Divina, eu estaria órfão. Reconheço plenamente que sem a tua presença, na hora da morte, me acharia realmente só.”
A vida se torna um deserto quando se morreu em si mesmo. Sem o auxílio da nossa Divina Mãe Kundalini, em toda a presença de nosso Ser, encontrar-nos-íamos, então, interiormente órfãos…
Ó Mãe adorável! Tu manifestastes o prana, a eletricidade, a força, o magnetismo, a coesão e a gravitação neste universo.
Tu és a divina energia cósmica, oculta na ignotas profundidades de cada criatura. Ó Maha Saraswati! Ó Maha Lakshmi! Tu és a esposa inefável de Shiva (o Espírito Santo).
( V.M. Samael Aun Weor )

"...Ela me levou aos bosques mais profundos do Éden, onde os rios de água pura da vida vertem leite e mel…
Virgem! Senhora de arborizados cumes! Tudo cala ante ti: a Ibéria inculta, o gaulês que, ainda morrendo, ardente desafia; e o sicambro feroz que, por fim rendendo as armas, humilhando, te respeita.
Adorável Madona minha! Pelos deuses que do alto do céu governam na Terra os mortais, imploro sempre teu auxílio…
O rosto da minha Mãe Natura era como o de uma beldade paradisíaca, impossível de descrever com humanas palavras…
Seu cabelo parecia com uma cascata de ouro, caindo deliciosamente sobre seus ombros alabastrinos.
Seu corpo era como a da Vênus mitológica; suas mãos, com dedos cônicos formosíssimos e cheios de gemas preciosas, tinham a forma crística…"

( V.M. Samael Aun Weor )  
.
Desdobrando-se em astral podemos conversar com a Mãe Divina, Deus como Mãe:


"Fora do corpo físico, nossa Mãe Cósmica particular, pois cada um tem a sua, assume sempre a presença maravilhosa de uma mãe virgem.
Certa vez, não importa o dia nem a hora, achando-me fora do corpo físico, encontrei-me com a minha Mãe Sagrada no interior de um precioso recinto. Depois dos costumeiros abraços de filho e mãe, Ela se sentou em um cômodo sofá, frente a mim, oportunidade que aproveitei para fazer perguntas necessárias..." ( V.M. Samael Aun Weor )


A propósito, sobre o desdobramento astral, leia mais em:
http://gnosesamaelgnosisgnosticos.blogspot.com.br/2014/03/tecnicas-para-o-desdobramento-astral-as.html
.

A substância criadora universal quando usada sabiamente e divinamente cria mundos maravilhosos e seres inteligentes espalhados no universo estrelado. Porém, a mesma substância quando é modelada torpemente e invertidamente, com IGNORÂNCIA, MALDADES e CRIMES contra a natureza, dá forma ao abismo ( infradimensões ) que se mostra disforme e obscuro no interior da terra.

A serpente que baixa
Os resultados da feitiçaria, da macabra ciência negra e da magia sexual negativa devido ao uso invertido da substância sexual criadora projetam-se nas zonas infradimensionais da natureza para depois serem dissolvidos no abismo.  ESTA É A FATALIDADE!

A cauda de satã que aparece nos tantristas negros é o resultado fatal da prática de magia sexual negra. Aqui é que mora a confusão, pois que os enganados rendem culto a Kali em sua face serpentina antitética e abismal.   

A deusa, em sua face positiva, como já explicado, é Morte, Justiça, Amor e Lei. Já a Kali-Lilith, o lado inverso e fatal da Deusa Mãe-Morte, está relacionado com toda classe de infra-sexualidade da ciência negra fatal, originária da serpente que desce ao abismo, etc. 

Kundalini, a serpente que sobe.
Cauda de Satan, a serpente que desce.
 


A serpente que sobe
Existe dois tipos de serpentes, a  que sobe e a que desce. A serpente que sobe é a serpente Kundalini que se encontra dormindo e enrolada três voltas e meia na região do cóccix. E a serpente que desce é a cauda de satã

Os magos brancos rendem culto a Devi kundalini Shakti, os magos negros rendem culto a KALI ( Kali-Lilith-Astaroth ), sem saber que serão destruídos posteriormente nos mundos sublunares.

Os adeptos da mão esquerda com suas práticas de magia sexual invertida desenvolvem a cauda de satan e se fazem habitantes do abismo para depois serem desintegrados no oitavo e último círculos dantescos das infradimensões. 

A desintegração é necessária para poder libertar a prístina Essência/Alma que ressurge à luz do sol, convertida em um novo elemental da terra, evoluindo lentamente até conquistar novamente o reino humanóide perdido. Aqueles que pensam em adquirir poderes e tornarem-se "transcendidos" com a magia tântrica invertida, no fim serão destruídos pela mesma Kali que cultuam, para depois voltarem a ingressar apenas como um simples elemental no corredor evolutivo da natureza.

Enquanto isto, aqueles que optaram para o tantrismo branco ( sem orgasmo ) nascem como ANJOS nas supradimensões ( ou céus ), para depois se transformarem em Grandes Mestres ( se assim quiserem ), ou seja, em verdadeiros MAGOS BRANCOS, com todos os seus poderes crísticos divinos, herdados da bendita Deusa-Mãe Devi Kundalini Shakti, através da ascensão da serpente dos mágicos poderes pela coluna vertebral dos sete corpos.

A maestria solar somente pode ser alcançada através da ascensão da Kundalini, quando a serpente sobe vitoriosamente pela coluna vertebral, através da magia sexual branca. Nada destas coisas abomináveis de chupar sangue menstrual e engolir fezes humanas, sêmen, urina e demais kalas preconizados pelos INVERTIDOS, pois que isso é pura magia negra. Também sabe-se, que a asquerosa técnica de reabsorção seminal depois de ejaculado o sêmen no canal vaginal é TANTRISMO NEGRO.

Vejamos o que diz o grande ocultista Samael Aun Weor:

"Os tântricos negros ejaculam o sêmen e logo recolhem-no de dentro da vagina. Esse sêmen, mesclado com o licor sexual feminino é reabsorvido novamente pela uretra, utilizando um procedimento tenebroso. O resultado fatal desse tantrismo negro é o despertar da cobra de uma forma absolutamente negativa. Então esta, ao invés de subir pelo canal medular, desce para os infernos atômicos do homem e transforma-se na horrorosa cauda de Satã. Com este procedimento, os tântricos negros separam-se do CRISTO INTERNO para sempre e se afundam no espantoso abismo definitivamente. Nenhum Mago Branco ejacula o sêmen. O Mago Branco segue pelo caminho do Matrimônio Perfeito". ( Do livro "Matrimônio Perfeito" - V.M. Samel Aun Weor )

"Os magos negros querem, com este procedimento fatal, unir os átomos solares e lunares com a finalidade de despertar a Kundalini. Como resultado de sua IGNORÂNCIA, separam-se de Deus Interno para sempre".( V.M. Samael Aun Weor )

Escreveu também o grande ocultista Samael Aun Weor:

"Nossas afirmações poderão parecer estranhas a aqueles que não estudaram nossas mensagens de Natal anteriores, mas, sinteticamente, diremos que essa Circe ou Kali vem a ser, de fato, a força fohática cega, a eletricidade sexual transcendente, usada de uma forma maligna. ( V.M. Samael Aun Weor )

"Já ouviram falar da cauda de Satanás…? Ela é o fogo sexual projetado desde o cóccix para baixo, para os infernos atômicos do homem. Esse rabo luciférico é controlado por um átomo maligno do inimigo secreto. A anatomia oculta ensina que esse demônio atômico está localizado no centro magnético do cóccix".( V.M. Samael Aun Weor )

Em função disto, alertou-nos o grande mestre gnóstico:

"A Ordem Kula da tenebrosa deusa Kali, passou da Atlântida à Índia; esta Ordem Kula é de Magia Negra. Nessa Ordem há duas classes de magos: os que odeiam o Sexo, e os que não o odeiam, mas que praticam a "ejaculação mística" da magia sexual negativa, que alguns tenebrosos deram a conhecer no ocidente do mundo".( V.M. Samael Aun Weor )

"A ORDEM KULA e sua DEUSA KALI vêm da MAGIA NEGRA dos Atlântes. Hoje essa ordem da deusa Kali existe na Índia. Com estes cultos tântricos desperta negativamente a cobra e baixa para os infernos atômicos do homem. Então se transforma na horrível cauda dos demônios. Assim é como os tenebrosos enganam aos ingênuos."
( V.M. Samael Aun Weor )

Quando o Mestre Samael fala de Kali como a deusa tenebrosa, está falando de seu aspecto serpentino invertido; de seu antipolo negativo e fatal.  Isto é o que não querem entender os adeptos da magia negra, por conveniência, é claro. Os magos negros rendem culto a Kali e , com a força sexual negativa, desenvolvem poderes sinistros da serpente das fatalidades que os faz baixar ao abismo. Repetimos: Nenhum gnóstico verdadeiro rende culto a Kali, só os adeptos da magia negra.

Dizem os ignorantes ilustrados e demais enganadores que estariam levantando a serpente Kundalini, mas o que estão fazendo é desenvolvendo a fatídica cauda de satan.

"As duas polaridades da grande Mãe−Espaço estão representadas no Arcano VI do Tarot. Recordemos a virtude e o vício, a virgem e a rameira, Heva, a lua branca, e Lilith, a lua negra. Recordemos as graciosas esposas de Shiva, o Terceiro Logos: PARVATI e UMA, cujas antíteses são aquelas mulheres sanguinárias e ferozes: DURGA e KALI. Esta última é a tenebrosa regente desta horrível idade ou yuga: Kali Yuga". ( V.M. Samael Aun Weor )
 

As Duas Marias; Magia Branca versus Magia Negra

"Existem duas serpentes: a que sobe pelo canal medular e a que desce. Nos magos brancos a serpente sobe, porque eles não derramam o sêmen. Nos magos negros a serpente desce, porque eles derramam o sêmen.

Nossa Senhora, a Virgem Mãe
A serpente subindo pelo canal medular é a VIRGEM. A serpente descendo do cóccix para os infernos atômicos da natureza é a Santa Maria da magia negra e da bruxaria. Eis as duas Marias: a branca e a negra. Os magos brancos rechaçam a Santa Maria negra. Os magos negros odeiam mortalmente a Virgem Maria branca. Quem se atrever a pronunciar o nome da Virgem nos salões da bruxaria é atacado imediatamente pelos tenebrosos. Quando o Iniciado está trabalhando na Grande Obra tem que lutar terrivelmente contra os adeptos de Santa Maria.
 As forças criadoras são tríplices: masculinas, femininas e neutras. Essas forças fluem de cima para baixo. Quem quiser regenerar−se terá que mudar este movimento e fazer retornar estas energias criadoras para dentro e para cima. Isso é até contrário aos interesses da natureza. Os tenebrosos então sentem−se ofendidos e atacam o Iniciado terrivelmente". ( V.M. Samael Aun Weor )

"Os tenebrosos no abismo adoram à Santa Maria e cantam−lhe versos de maligna sublimidade. Os magos brancos adoram à VIRGEM, que como Serpente de Fogo sobe pelo canal medular, e nela apoiam sua cabeça, como o menino nos braços de sua mãe adorável. Na Índia adora−se a Kali, a Divina Mãe Kundalini, mas também adora−se a Kali em seu aspecto negro e fatal. Estas são as duas Marias; a branca e a negra. As duas serpentes: a Serpente de Cobre que curava os Israelitas no deserto e a Serpente Tentadora do Edén. Existem Iniciações brancas e Iniciações negras. Templos de luz e templos de trevas. Todos os graus e todas as Iniciações fundamentam−se na serpente". ( V.M. Samael Aun Weor )

No ARCANO AZF encontramos o elo perdido; na INICIAÇÃO BRANCA SOLAR retomamos o caminho esquecido; no CARRO DE GUERRA do arcano n° 7 empunhamos o báculo e a espada e nos transformamos em guerreiros para reconquistar o que foi perdido.   Quem tiver entendimento que entenda, porque quem realmente possui a sabedoria oculta é o Grande Avatar Samael Aun Weor e não as vítimas das seitas hiperbóreas, vampiristas, thelemitas, kula, kaula e demais correntes do satanismo.

É preciso estarmos "alertas e vigilantes como o vigia em tempo de guerra", dizia-nos o V.M. Samael Aun Weor!

A VIRGEM, ou DIVINA MÃE KUNDALINI,
é aquilo que se chama AMOR.
 
"Deus-Mãe é Amor. Deus-Mãe nos adora, ama-nos terrivelmente. A Deusa Mãe do Mundo sobe pelo canal medular convertida em serpente de fogo quando trabalhamos com o Arcano A.Z.F. A Deusa Mãe do mundo é Devi Kundalini.  A Divina Mãe leva a seu menino em seus braços amorosos. O Cristo Interno de cada homem é esse Menino. A Mãe é Aquilo... Aquilo... Aquilo... Ísis... Amor... Mistério...

Rosto da Virgem
O devoto que quiser poderes deve pedir-lhe à Divina Mãe. O verdadeiro devoto se humilha ante Deus Mãe. Se o devoto verdadeiramente resolver corrigir seus erros e pisar o caminho da santidade, pode pedir à Divina Mãe o perdão de seu Karma passado, e a Mãe Divina o perdoa.
Mas, se o devoto não se corrige nem segue o caminho da santidade, é, então, inútil pedir perdão à Mãe Divina, porque ela não o perdoa. A Mãe Divina perdoa seus filhos arrependidos verdadeiramente. Ela sabe perdoar seus filhos porque são seus filhos.  Todo o Karma das más ações de passadas reencarnações pode ser perdoado pela Mãe Divina. Quando o arrependimento é absoluto, o castigo sai sobrando". (V.M. Samael Aun Weor)


           
_____________________________________________

Gnose Samael Gnosis Gnósticos
Gnósticos da Era de Aquário
 Em defesa do V.M. Samael Aun Weor
 
.

ZEITGEIST; o ateísmo como caminho de salvação - FUJA DISTO!


ZEITGEIST REFUTADO 
pela Divina Gnose Cristã de Samael Aun Weor

Mais de cinco milhões de pessoas visitaram o vídeo Zeitgeist no YouTube e Google vídeo. 
Mais de cinco milhões de pessoas foram infectadas e contaminadas pelo ateísmo de um filme que IGNORANTEMENTE afirma que JESUS CRISTO teria sido nada mais do que um MITO "inventado" e "plagiado" de tradições antigas com fins políticos de controle social, através do CRISTIANISMO. 




O filme ataca frontalmente três coisas: RELIGIÃO, POLÍTICA E DINHEIRO.

1° - A religião, especialmente o Cristianismo, para dizer o absurdo incrível de que Jesus foi um MITO plagiado de culturas religiosas antigas e usado como manipulação e controle social.
2° - O desmoronamento das Torres Gêmeas W.T.C. ( World Trade Center ) como um episódio supostamente premeditado por gente do próprio governo americano.
3° - O BANCO CENTRAL e MUNDIAL como instituição que dirige e controla todo o dinheiro do mundo, através das corporações.

Se o filme Zeitgeist foi convincente em demonstrar que os bancos mundiais são instituições que dirigem financeiramente o destino do mundo, já no caso de afirmar que Cristo JESUS teria sido um mito plagiado de tradições antigas, foi realmente UM ABSURDO ENSURDECEDOR, muito próprio de quem desconhece profundamente o ESOTERISMO CRÍSTICO GNÓSTICO UNIVERSAL.

O filme inicia exibindo explosões, canhões,  tiros, guerras, destruições, sem querer dizer que quem mais matou gente no mundo foram os ateus Mao Tsé-Tung, Josef Stalin etc.



Leia mais em:
http://gnosesamaelgnosisgnosticos.blogspot.com.br/2014_02_01_archive.html

 
Depois mostra o universo estrelado, a galáxia, o planeta Terra e o grande oceano, exibindo imagens computadorizadas, da já desacreditada e dogmática TEORIA DA EVOLUÇÃO, desde os primeiros organismos marinhos, evoluindo para o estado animal até chegar a forma de Homo Sapiens como se fosse "fato verídico" a decadente e inconvincente teoria evolucionista, para depois mostrar a Bíblia sob a bandeira americana e em seguida disparar, novamente, uma série de imagens explosivas, finalizando com a queda do World Trade Center, seguida de imagens com expressões de dor, apreensão, desesperos, choros, execuções e mortes. Interrompido depois por um breve silêncio, com fundo musical taciturno, surge por fim uma voz ateísta dizendo:

"Quanto mais investigamos aquilo que julgamos conhecer, de onde vimos, aquilo que fazemos, mais começamos a perceber a que estamos submetidos. Estamos submetidos a todas as instituições. O que te faz pensar por um minuto, a razão pela qual a religião foi a única instituição que até hoje nunca foi "tocada"? As instituições religiosas sempre estiveram na base de toda a porcaria neste mundo". ( Do filme Zeitgeist )

As investigações que fez o(s) autor(es) do vídeo Zeitgeist, a respeito da religião, tem uma postura claramente ceticista e ideologicamente ateísta, além, é claro, de dar demonstrações de total ignorância sobre o esoterismo cristão
Depois surge outra voz de um desconhecido orador, visivelmente ateu, dizendo a  um público ouvinte:

"...porque eu tenho que dizer a verdade, amigos, tenho que dizer a verdade..."

Ou seja, que a verdade ateísta dele é a verdade única e universal e que todos os povos e toda a humanidade deve ouvi-lo e seguir sua verdade unilateral e tendenciosa, dizendo:

"Em se tratando de enrolação, a maior conversa fiada de todos os tempos, você tem que tremer um pouco e concordar. O maior campeão de todos os tempos no que diz respeito a falsa promessa e exageros é a religião". ( Do filme Zeitgeist )

Se é a religião a campeã de falsa promessa e exageros não se pode dizer o mesmo sobre os ESCRITOS BÍBLICOS, pois são poucos os quem tem compreendido, por não entenderem que, além de escritos históricos, são também alegóricos e metafóricos, que jamais deveriam ser interpretados ao PÉ DA LETRA. Além do mais, se esta nossa humanidade não tivesse sido provida pelos livros bíblicos deixados por PROFETAS, MESTRES e AVATARES da humanidade, a perversidade do homem já teria ultrapassado limites insuportáveis, para a desgraça ainda maior do nosso aflito mundo.

"Pense um pouco a religião definitivamente convenceu as pessoas que há um homem invisível que mora no céu. Que vigia o que faz todos os minutos do seu dia.( Do filme Zeitgeist )

As populações que sentem amor a Deus ou a Brahma, Alá, Zen, Tao, kether, etc., que para o discursante ateu é o "homem invisível que mora no céu", são populações que não nasceram para se tornarem máquinas programadas e robotizadas pela MENTE FRIA e INTELECTUALÓIDE dos céticos que veem a vida, qual um peixe em seu aquário, totalmente destituídos de qualquer sentido espiritual e percepção extra sensorial.

Deus não apenas encontra-se no céu ( dimensões superiores ), como também dentro do próprio homem. O amor que as pessoas sentem por DEUS CRIADOR não é apenas o resultado de um conceito intelectual religioso, mas, sobretudo, de percepções advindas da manifestação oculta do SER sobre a sua ALMA HUMANA. O que o Cristo Jesus chama de , nada mais é do que uma experiência mística que se tem com Deus, dentro de si mesmo e que faz o devoto convicto da realidade divina.

Céticos e ateus são aqueles que tem ROMPIDO com esta PONTE COGNITIVA que liga a ALMA com o ESPÍRITO DE DEUS que naturalmente habita o interior do homem, pois ELE É O CRIADOR DO HOMEM, razão pela qual temos princípios e partes DELE em nós mesmos. Se Deus é invisível para os céticos e agnósticos, não significa que seja invisível para todos os homens. 

Depois continua o orador, claramente ateu, dizendo:

"E o homem invisível tem uma lista especial de dez coisas que ele não quer que tu faça".( Do filme Zeitgeist )

A lista especial de dez coisas são os DEZ MANDAMENTOS, quesitos estes no mínimo indispensáveis para reunir valores e condições de viver, depois da morte, nas dimensões superiores ( ou céus ) como homens superiores, conscientes e fraternos, porque MATAR, ROUBAR, DESONRAR, COBIÇAR, DESEJAR A MULHER DO PRÓXIMO, LEVANTAR FALSO TESTETEMUNHO e etc. não correspondem aos valores que devemos cultivar, a não ser para quem é contra os DEZ MANDAMENTOS, como é caso do orador ateu do filme Zeitgeist.

Aquele que quer seguir matando, roubando, cobiçando a mulher do próximo, desonrando pai e mãe e etc., não reuni condição interior para viver em civilizações superiores; em civilizações celestiais e adiantadas. O normal é que desça ao abismo para viver entre os seus, de roubo em roubo, de traição em traição, de mentiras em mentiras, em eterna enganação, em eterna disputa e em eterna revolta, totalmente afastado do GRANDE GÊNIO CRIADOR, para seguir vivendo EGOISTAMENTE, CONDICIONADAMENTE e IGNORANTEMENTE, de cujo cenário se converte no tormento que criamos, conhecido pelo nome de INFERNO. Não esqueçamos que Inferno vem da palavra INFERNUS que significa INFERIOR.

No INFERNUS vivem as pessoas que não cumprem com esta lista especial de dez coisas e ao não SABER cumprir vem o sofrimento, o pesar e a amargura que é a antítese da felicidade. O homem é capaz de se matar e arruinar a sua vida por alguns momentos de prazer. Porém, o prazer não é a felicidade, porque o prazer é gozo fátuo e temporal e a felicidade o DELEITE ETERNO.

"E se você fizer quaisquer destas coisas, ele tem um lugar especial para você, cheio de fogo e de fumaça e queimadura e torturas e sofrimento, para o qual vai te mandar para viver e sofrer e arder e sufocar e gritar e chorar para todo o sempre até fim da eternidade".( Do filme Zeitgeist )

O inferno é semelhante a um cabaré, onde se reuni ali os afins que, de copo em copo, expressam suas suas paixões, orgias, futilidades, traições, glutonices, mágoas, embriagues, vícios, drogas, brigas, disputas e toda sorte de coisas borrascosas e é difícil ver alguém que queira sair dali.

Mas o amor de Deus é cósmico e generoso e quem queira sair do lodo eterno; quem já esteja cansado de sofrer e de ser enganado; quem já se encontre arrependido; quem já reconheceu seu vazio interior e já se vê mutilado, atrofiado e afogado na ignorância, Deus estende a sua mão e vai vitalizando e limpando a sua alma do lodo viscoso do submundo.

Há que se entender a linguagem bíblica, que sempre vem numa disposição figurativa e genialmente metafórica. O inferno pode ser longo, mas nunca infindável e ninguém se queima eternamente num fogo ardente e abrasador, como entendem os que interpretam livros bíblicos ao pé da letra. A fumaça significa ignorância e inconsciência e o fogo que queima representa as paixões animais que sempre fazem sofrer as criaturas. O homem sofre pelo mal que leva dentro de si mesmo. É preciso eliminar o ego com a ajuda de DEUS ( Deus-Mãe ), é preciso eliminar o mal do mundo e suas guerras, ódios, ambições, individualismos, enganações, perversões, crueldades e etc. O mundo não pode mudar, enquanto não mude o homem.

Como dizia o grande mestre gnóstico Samael Aun Weor:

“A sociedade humana é a extensão do indivíduo. Se quisermos realmente uma mudança radical, se quisermos um mundo melhor, teremos de mudar individualmente, mudar dentro de nós mesmos, alterar dentro de nossa própria individualidade os abomináveis fatores que causam dor e miséria no mundo. Recordemos que a massa é uma soma de indivíduos. Se cada um muda, a massa mudará inevitavelmente. É urgente se acabar com o egoísmo e cultivar o cristocentrismo”. ( Samael Aun Weor )

“A sociedade é o indivíduo. O mundo é o indivíduo. Se o indivíduo muda fundamentalmente, o mundo muda inevitavelmente. A Consciência está em grave perigo. Somente nos transformando radicalmente como indivíduos, conseguiremos nos salvar e salvar a humanidade”.
( Samael Aun Weor )

Continua o ateu em seu discurso irônico, ridículo e desafinado:

"Mas ele te ama!... Rsrsrsrs... Ele te ama e precisa de dinheiro. Ele sempre precisa de dinheiro. Ele é todo-poderoso , sabe de tudo e tem tudo, mas de alguma forma precisa de dinheiro. A religião lida com bilhões de dolares, não pagam impostos, precisam sempre de um pouco mais. Agora, contem-me uma enganação maior do que essa... 
Merda sagrada!"( Do filme Zeitgeist )

Não foi Deus quem criou o dinheiro e sim o homem. Deus não precisa de dinheiro, quem precisa são os que querem dominar e controlar a humanidade e também os oportunistas que criam suas religiões para fazerem delas comércio. Os verdadeiros religiosos adoram a Deus incondicionalmente. Já os oportunistas adoram o BEZERRO DE OURO.

Nos mundos superiores e celestiais não existe dinheiro, porque são mundos que buscam a transcendência e sabem que Deus é o GRANDE GÊNIO ARQUITETO CRIADOR DO MUNDO e que o achamos dentro de nós mesmos. Deus é AMOR, SABEDORIA E PODER e nele é onde encontramos a felicidade e sua irmã liberdade, para quem esteja adquirindo CONSCIÊNCIA.

Nos mundos superiores tudo é de todos, não existe o meu e nem o seu. Não existem diferenças sociais, diferenças de classes, de sexo, raça, lugar, bairro, etc. Tampouco existe o dominante e o dominado, o forte e o fraco, o pobre e o rico. Nos mundos superiores, vive-se feliz, alegre, livre e dorme-se tranquilo. Ninguém sofre de insônia, de preocupação e de pânico; ninguém precisa adquirir alarmes, travas de segurança e nem colocar os bens mobiliários no seguro, porque não existe roubos, presídios, terror e nem assassinos; tudo porque esses seres mais superiores viram que É MAIS INTELIGENTE cumprir com o quinto e sétimo item da lista especial das dez coisas que é: NÃO MATAR e NÃO ROUBAR

Ninguém vive atormentado pela inveja, pelo ciúmes e tampouco inseguro em perder seu bem amado, porque não existe traição, adultério e sedução, pois todos sabem cumprir com o NONO E DÉCIMO mandamentos que é NÃO DESEJAR A MULHER DO PRÓXIMO e NÃO COBIÇAR AS COISAS ALHEIAS.

Ninguém pensa sequer em infidelidade, pois que prezam a vida sabiamente vivida e desfrutam do bem maior que é o verdadeiro amor. Tampouco existe a cultura ateísta e a vida materialista, pois que todos amam a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.

Uma civilização avançada, se diz, é aquela que cultiva o amor e a devoção ao GÊNIO CRIADOR, ao NOSSO PAI como diria Jesus Cristo, pois que o sistema de vida é muito mais perfeito e a tecnologia muito mais avançada, genial e simplificada. A ciência dos mundos superiores em comparação a tecnologia de nosso mundo é tão desenvolvida que é como assistir um filme de ficção para os tempos de hoje. Lá não existe dinheiro e nem fanáticos ou oportunistas que fazem de suas religiões um grande NEGÓCIO.

Se a vida nos MUNDOS EXTRATERRESTRES é mais desenvolvida e adiantada e que tampouco existe o dinheiro, o que diríamos então nos mundos supra-sensíveis de outras dimensões?

Aliás, a respeito dos extraterrestres, revelou-nos o Mestre Rabolú:

V.M. Rabolú
"Não vou falar mais do que o necessário, senão do que me consta, do que pude vivenciar, tocar e apalpar. Para mim a vida dos extraterrestres é uma realidade de fatos".

"Em Vênus, os seres, homens e mulheres, têm a mesma estatura. Eles crescem à vontade. Não há seres mais altos, mais baixos, mais gordos, mais delgados, mais feios, mais bonitos, senão que há um padrão. O crescimento deles chega à uma mesma altura. Todos são delgados, loiros, olhos azuis. A pele, podemos dizer, como transparente, ou seja, como angélica, uma pele suavezinha. Eles da morte não tem pavor. Eles nascem e morrem pela sua plena vontade. Ou seja, que em Vênus é um paraíso; seria o céu para nós, comparando-o com a nossa vida.
Vou narrar-lhes: Depois que nascem, crescem, educam-se sem custo algum, sem dinheiro. Tem uma cultura esplendorosa; cada um se desenvolve numa arte e trabalham duas horas diárias, mulheres e homens, cada um numa especialidade. Lá têm direito a tudo. Essas naves que acabamos de ver - há de dois tipos - uma alongada em forma de charuto e outra em forma de chapéu ou de circunferência. Essas naves de Vênus são manejadas por todos e não há ninguém que diga: "Esta nave é minha ou é tua".

"Não tem que pedir permissão a ninguém para tomar a nave e dar um passeio para onde lhes agrade. Toma-a, liga-a e se vai... E ao regressar, volta ao mesmo ponto de partida. Ou seja, deixa-a onde a encontrou para que a pegue outro que a queira usar. Essa é a vida em Vênus". ( Mensagem de Natal 86/87 - V.M. Rabolú )

Quando o homem moderno queira entender e aceitar que existem civilizações muito mais superiores do que a da Terra, que inclusive há tempos já conhecem nossa humanidade, então é quando poderá haver intercâmbio cultural entre a Terra e os demais planetas da Via Láctea.

O isolamento de nosso planeta Terra em relação as civilizações do cosmos infinito, se deve ao PERIGO que representa a Terra aos planetas vizinhos, fato este demonstrado nas tristes páginas de nossa história, tal como a vemos na história das colonizações, escravaturas, mercantilismo, imperialismo, ditaduras, "santa" inquisição, cruzadas, territorialismo, conflitos provenientes de interesses políticos e econômicos, terrorismo, desumanidades, guerras mundiais, armas de destruição em massa, comunismo ateu, ditaduras insuportáveis, materialismo em alto grau, degeneração sexual, perda dos valores morais, etc. etc. e etc. Tudo isto e muito mais contido no registro akáshico de nossa história.

É muito fácil dizer que não existe civilizações nos demais planetas do cosmos infinito para que tenhamos a ilusão de que somos SUPERIORES E ÚNICOS. É muito fácil dizer que Jesus não existiu ou que é um MITO copiado de culturas antigas, assim ninguém questiona e escapa dos programas intelectuais condicionantes e tornem-se robôs obedientes a um sistema que não tolera a presença e a influência crística no coração dos homens.

Mas, nós vamos demonstrar que o filme Zeitgeist está completamente equivocado sobre JESUS CRISTO e sobre o verdadeiro CRISTIANISMO, porque o Grande Rabi da Galiléa realmente existiu, tornou-se um GRANDE MESTRE CRISTIFICADO e com seus poderes altamente divinos ressuscitou, para depois encontrar-se com seus apóstolos e continuar instruindo-os sobre os mistérios da Divina Gnosis, leia-se Pistis Sophia o sagrado evangelho dos cristãos gnósticos primitivos.

Jesus Cristo não é uma figura mítica como querem afirmar os ignorantes ilustrados
.
Assim como acontece com os falsos gnósticos, o filme Zeitgeist também vê Jesus Cristo como um figura mítica. No filme ainda vemos escrito:

"A realidade é: Jesus foi a divindade solar da seita gnóstica cristã. E tal como outros deuses pagãos, era uma figura mítica. Foi o poder político que procurou historizar a figura de Jesus para controle social". ( Do filme Zeitgeist )

"Por volta de 325 d.C., em Roma, o imperador Constantino reuniu o “Concílio Ecumênico de Nicéia”, e foi durante essa reunião que as doutrinas políticas com motivação cristã foram estabelecidas. E assim começou uma longa história de derramamento de sangue e fraude espiritual. E nos 1.600 anos seguintes, o Vaticano dominou politicamente, e com mão de ferro, toda a Europa, conduzindo a um período obscuro e de trevas, bem como eventos de auto-afirmação como as Cruzadas e a Santa Inquisição". ( Do filme Zeitgeist )

A ignorância providencial dos que estão contaminados pelo ateísmo, satanismo, pseudognosticismo etc., não lhe permiti distinguir cristãos gnósticos de cristãos católicos, pois o catolicismo romano nada mais foi do que uma DISSIDÊNCIA do cristianismo gnóstico primitivo. É preciso saber que, para os gnósticos ( OS VERDADEIROS ) o Mestre Jesus nunca foi uma figura mítica.

Equivoca-se profundamente todo aquele que diz que para os "gnósticos", Jesus era uma figura mítica. Figura mítica é para os FALSOS GNÓSTICOS, SATANISTAS e ATEISTAS, mas não para os gnósticos verdadeiros que são os cristãos gnósticos.

Para os cristãos gnósticos autênticos, JESUS de fato existiu, foi realmente crucificado e depois de sua RESSURREIÇÃO seguiu se reunindo com seus apóstolos, por vários anos. Leia-se PISTIS SOPHIA, o evangelho sagrado dos cristãos gnósticos primitivos. Pistis Sophia são as palavras de Jesus à seus apóstolos, após a sua ressurreição, onde fala dos mistérios secretos de sua DIVINA GNOSIS.

À sua doutrina gnóstica pertenceram Basílides, Saturnino da Antióquia, Carpócrates, Valentin, Tertuliano, Santo Agostinho, Santo Ambrósio, Clemente de Alexandria, Empédocles, etc e etc. Esta é a antiga doutrina que se conheceu nas antigas escolas de mistérios e que o Cristo Jesus ensinou em segredo à seus setenta discípulos. Esta é a Doutrina Secreta do Divino Rabi da Galiléia; de cuja sabedoria cristã gnóstica se acha encerrada dentro de Pistis Sophia. Leia-se também "PISTIS SOPHIA DESVELADA" do grande mestre gnóstico Samael Aun Weor.

Todo Gnóstico Verdadeiro é Cristão

Esclarecemos que todo verdadeiro gnóstico é cristão, do contrário não é gnóstico e a longa história de derramamento de sangue e fraude espiritual, de que fala o ateu no filme Zeitgeist, se deve ao catolicismo e não ao gnosticismo. JESUS é o Mestre que encarnou integralmente o LOGOS; o CRISTO CÓSMICO, por isso ser ele um HOMEM-DEUS.

Escreveu o Mestre Samael Aun Weor:

V.M. Samael Aun Weor
“A igreja gnóstica adora o SALVADOR do mundo chamado JESUS. A igreja gnóstica sabe que Jesus encarnou o CRISTO e por isso o adora. Cristo é o nome dado a todo Mestre realizado a fundo. Na atualidade, vários Mestres encarnaram o Cristo. Na Índia secreta vive, há milhões de anos o Cristo iogue Babaji, o imortal Babaji. O grande mestre de sabedoria Kout Humi, também encarnou o Cristo. Sanat Kumara, o fundador do grande colégio de iniciados da Loja Branca, é outro Cristo vivente. No passado muitos o encarnaram, no presente alguns o tem encarnado, no futuro muitos encarnarão. João Batista é um Cristo vivente. A diferença entre Jesus e os demais Mestre que encarnaram também o Cristo está na HIERARQUIA. Jesus é o mais alto iniciado solar do cosmos!
( V.M. Samael Aun Weor )

"Jesus, o Cristo, renunciou ao Absoluto para ficar com a humanidade doente.
Jesus, MESTRE DOS MESTRES, voltará no zinete de aquário com o mesmo corpo que ressuscitou e que ainda conserva em estado JINAS. Mais tarde, o Mestre voltará no continente Antártico para iluminar a sexta raça Coradi. Muito mais tarde, voltará para instruir a sétima raça. Ele é o SALVADOR DO MUNDO. Realmente, o único que nos pode salvar, o resplandecente e luminoso “EU SOU”. Jesus trouxe a doutrina do “EU SOU”, do CRISTO, e por isso ele é SALVADOR”. ( V.M. Samael Aun Weor )

Muito embora o FILME ATEÍSTA queira mostra-se conhecedor das falcatruas do sistema financeiro e o estado doentio de uma sociedade humana mal formada interiormente, desconhece profundamente o esoterismo crístico gnóstico universal inserido nas antigas e tradicionais escrituras.

Uma Prova Racional de que Deus Existe
.
Diz também o vídeo:
""O mito religioso é o mais poderoso dispositivo jamais criado, e serve como base psicológica para que outros mitos floresçam ou o justifiquem. Um mito é uma falsa idéia que é amplamente seguida."( Do filme Zeitgeist )
.
Percebe-se claramente que o filme Zeigeist não somente toma Jesus como mais um mito 'plagiado' e 'inventado' pelas culturas antigas, mas que tampouco acredita em Deus, a não ser por uma ótica cuidadosamente conveniente, no intuito de atrair adeptos ao Movimento Zeitgeist.
.
Então, antes de fazermos a devida RÉPLICA ao vídeo Zeitgeist, quanto a sua postura notoriamente ATEÍSTA e ANTICRISTÃ , que somente vem multiplicar o ateísmo no mundo, vamos aproveitar e fazer aqui uma pequena reflexão a respeito da existência de Deus, no sentido de podermos mostrar que o ateísmo científico e filosófico não faz o menor sentido, mesmo no campo da compreensão intelectiva e exclusivamente racional.
.
Partindo mesmo da lógica formal e racional humana, é necessário entender primeiramente, por lógica, que não pode existir uma CRIAÇÃO se não existe o seu CRIADOR. Para todo corpo criado tem que existir o seu criador, obrigatoriamente. Assim como a inteligência humana criou robôs, microscópicos, telescópicos, computadores, submarinos , aviões, satélites, naves espaciais, etc., assim também uma inteligência supra-humana( Deus ) criou o HOMEM, o UNIVERSO e a VIDA.
.
Jamais poderia existir uma máquina mecânica se não existisse o mecânico criador desta máquina. Jamais poderia existir a extraordinária maquina humana se não houvesse o criador do extraordinário organismo físico. Jamais poderia existir os mundos e as estrelas se não existisse o idealizador da vida e do universo que contém as inumeráveis estrelas.

Em outras palavras, para toda CRIAÇÃO ou CORPO CRIADO tem que haver, obrigatoriamente o seu CRIADOR. Isto é inegável e irrefutável. Não pode haver mecânica sem os seus mecânicos criadores. Não pode haver CRIAÇÃO sem o seu CRIADOR. Isto é matemático, lógico e incontestável.
O criador da tecnologia é o homem; mas o criador da vida e do cosmos é Deus
.
Se para todo o objeto criado tem seu criador, é mais do que evidente e axiomático que para haver a CRIAÇÃO tem que haver o seu CRIADOR, ainda mais quando se fala em VIDA, COSMOS, TEMPO, ESPAÇO, INFINITO, CONSCIÊNCIA, ETERNIDADE, ETC.

.
A Mãe Cósmica

É ser demasiadamente CÉTICO e profundamente DOGMÁTICO pensar que todo um cosmos espantosamente extenso e assombrosamente ordenado surgiu casualmente num espaço infinito e ainda regido por uma força inexplicável chamada TEMPO, para depois dizerem ter surgido do acaso. É constrangedor, mesmo para a lógica racional humana, crer que o universo e a vida surgiu de um imprevisível e coincidente instante casual.

Como bem falou o célebre cientista Albert Einstien: "Deus não joga dados". Certamente Einstein era cientista, mas não era ateísta.
.

O homem atual não sabe a origem da VIDA, do ESPAÇO e do TEMPO, portanto não está em condições de afirmar, dogmaticamente, que a DIVINDADE NÃO EXISTE.

É este um conceito dogmático cruel, estrategicamente formulado para seguir perpetuando o ceticismo, eternamente. É preciso dizer que a TEORIA DA EVOLUÇÃO é tão somente uma GRANDE DEDUÇÃO, nascida da mente intelectual de cientistas céticos e ateus que, estatisticamente, somam uns 90%, muitos deles secretamente e ideologicamente contra toda e qualquer forma espiritual e teológica, como é o caso, por exemplo, do cientista ateu Richard Dawkins.

.

O intelecto é bom quando em sua órbita, porém quando trata de explicar o metafísico separado da intuição e divorciado do SER, vem o intelectualoidismo que jamais coincide com a REALIDADE, quando a conversa é a origem do HOMEM, DO UNIVERSO E DA VIDA.
.
A verdade é que a soberba do homem tecnológico e científico jamais se inclinaria ao conhecimento antropológico e cosmológico esotérico gnóstico, motivo pelo qual a ciência atual se encontra isolada e divorciada da teologia.
.
CIÊNCIA, ARTE, FILOSOFIA e MÍSTICA são as quatro COLUNAS SUSTENTADORAS DA SABEDORIA UNIVERSAL que jamais deveriam estar separadas entre si. É estupidez querer separar o MOTOR, das RODAS e a DIREÇÃO do automóvel do MOTORISTA, porque o veículo não se movimenta,  ficando impedido de se locomover e cumprir com a sua função principal que é percorrer novos lugares e sondar novas terras para adquirir CONHECIMENTO. O isolamento da civilização humana terrestre no cenário cósmico da criação se dá porque o carro não roda, devido suas estruturas básicas e fundamentais encontrarem-se desconectadas entre si.
.
De maneira que o "homem invisível que mora no céu", não é do modo como vê o ateísta e não tem nada a ver com a estupidez humana por não saber ao menos se orientar pelo bom senso. A soberba ateísta quer dirigir intelectualmente tudo sozinho, tomando como adversário o pensamento justo e genial do CRIADOR.

Observar o MENOR é compreender o MAIOR, pois que ambos contém PRINCÍPIOS em comum e os TRAÇOS HEREDITÁRIOS de seu progenitor. Isto nos faz recordar aquela famosa premissa esotérica que diz: “Tal como é embaixo é acima, tal como é acima é embaixo.” Ora, se a inteligência humana que está embaixo tem capacidade para criar, quanto mais a inteligência supra humana ou divina, que está acima!

Um homem sozinho pode criar um pequeno objeto, já uma equipe de homens constituída por físicos, químicos, mecânicos, astrônomos, biólogos, etc. podem criar um objeto grandioso de maior estrutura e com maior capacidade funcional. Pois bem, no campo da METAFÍSICA acontece o mesmo, pois assim também é em relação a DEIDADE, já que o princípio criador é sempre o mesmo e é inerente tanto à inteligência menor( humana ) quanto à inteligência maior( divina ).

Partindo desse princípio, podemos dizer que quando os DEUSES se unem para criar, de suas idéias e aspirações surge uma GRANDE OBRA, com corpo, vida e movimento. Dizer que Deus ou os Deuses criaram o universo e a vida é a mesma coisa, pois que DEUS é DEUSES e DEUSES É DEUS.
.


No gnosticismo universal autêntico não existe conflito entre DEUS E DEUSES, porque DEUS é um conjunto de DEUSES CRIADORES que criam e voltam a criar por meio do VERBO CRÍSTICO. 

O Jeová do Gênesis, do ponto de vista Iod-Heve, equivale aos Elohim dos hebreus, que é o mesmo Demiurgo dos gregos, o Prajapatis dos hindús, os Anjos do Cristianismo, etc., ou seja, os DEUSES SANTOS, a Deidade coletiva, o Exército da Voz ou Grande Palavra. Dizer que Deus criou a vida e o cosmos ou que os deuses criaram o universo e o homem dá no mesmo porque, repetimos, Deus é Deuses e Deuses é Deus.

Na Divina Trindade;
Deus como Filho é o Cristo em Ação

DEUS desdobra-se em PAI, MÃE e FILHO, que é parte DELE MESMO ( a chamada DIVINA TRINDADE ), para a partir daí surgir a criação. Temos então DEUS como PAI, Deus como MÃE e Deus como FILHO ( o CRISTO ). Esta são as TRÊS FORÇAS sobre as quais tudo depende. É a TRINDADE emanada da UNIDADE, do ABSOLUTO, onde está DEUS INCOGNOSCÍVEL, o AELOHIM, que é o PAI de nosso Deus-Pai; o SER de nosso Ser.
.



Disse o Grande Mestre Samael:

"As TRÊS FORÇAS procedem em última síntese do Adi Buda, o Incognoscível, o Imanifestado; como dizia Jesus de Nazaré, “O PAI DE MEU PAI”, que está no seio do Incognoscível, do imanifestado. Sempre foi representado pelas quatro linhas. A trindade dentro da unidade de vida. Os cabalistas chamam-na Te-tra-gram-ma-ton". ( V.M. Samael Aun Weor )

"Todas as Trimurtis Sagradas de todas as religiões correspondem as três forças primárias do Universo. O Pai, o Filho e o Espírito Santo constitui uma trindade dentro da unidade da vida". ( V.M. Samael Aun Weor )

Deus como filho é o CRISTO e que também se encontra no universo interior de cada criatura humana.
.



É importante saber que Deus não se encontra fora e sim dentro do próprio homem, porquanto o humanóide, diferentemente dos animais, é uma criação especial dos DEUSES. O corpo do homem é o templo de Deus e toda e qualquer oração deve ser dirigida para dentro, diante do altar interno com o candelabro sempre aceso. 

Os milagres de Jesus, os prodígios dos santos, as profecias dos avatares e o surgimento das grandes doutrinas e dos sagrados livros se deve a manifestação do Cristo nesses homens, quando os mesmos chegam a CRISTIFICAÇÃO ou quando se chega a assimilar a NATUREZA CRÍSTICA. Lembremos do que foi dito: Ninguém chega ao PAI senão pelo FILHO. O FILHO É O CRISTO.

Quando o Cristo se manifesta no homem então é quando surgem as GRANDES DOUTRINAS de norte a sul e de leste a oeste. Nas escrituras vemos escrito:

"Quando levantardes o FILHO DO HOMEM, então conhecereis quem EU SOU, e que nada faço por mim mesmo; mas falo como meu PAI me ensinou". ( Jesus Cristo )

A visão cética e ateísta de Zeitgeist quanto as sagradas escrituras como elemento 'mítico' para controle social das populações, nada mais é do que um artifício construído pela mente ateísta para poder infundir cetecismo e desacreditar as pessoas sobre a DEIDADE, sobre o CRISTO UNIVERSAL, além, é claro de demonstrar profunda ignorância sobre esoterismo cristão gnóstico.


O filme Zeitgeist desconhece totalmente
o esoterismo cristico gnóstico.

.



Diz o filme Zeitgeist:

"A Bíblia não é nada mais do que um híbrido literário astro-teológico, tal como todos os mitos religiosos que a antecederam. Na verdade, o aspecto da transferência de atributos de um personagem para um novo personagem pode ser encontrado no próprio livro em si".( Do filme Zeitgeist )

Opostamente ao absurdo escrito acima, dizemos que Deus jamais deixou sua humanidade sem os VALORES DO SER e sem suas ORIENTAÇÕES ESPIRITUAIS de forma pública ( EXOtérica ) e secreta ( ESOtérica ) e é por isto que sempre existiu uma doutrina religiosa em todas as civilizações de nosso mundo, nas mais diferentes formas e distintas épocas, desde as idades mais remotas, desde tempos imemoráveis.

Em todas elas desde os SUMÉRIOS, EGÍPCIOS, HINDÚS, HEBREUS, GREGOS, MAIAS, INCAS, ASTECAS, etc. e etc. esteve sempre presente a DEIDADE com sua forma religiosa peculiar , segundo a natureza de cada raça e de cada civilização, mas que encerram a mesma verdade espiritual universal.

A Trindade Egípcia
Não é coincidência alguma ver na doutrina egípcia a Triade OSÍRIS, ISIS E HÓRUS, na kabala hebraica o triângulo mágico Kether, Chokmah e Binah, na doutrina hindú a Trimurti Brahma, Vishnu e Shiva e nos ensinamentos de Jesus a divina trindade Pai, Filho e Espírito Santo.  

As civilizações grega, hindú, maia, mesopotâmica, hebraica, egípcia, etc, foram grandes civilizações fortemente espiritualizadas, testemunhadas em seus monumentos, hieróglifos, manuscritos, obeliscos, esfíngies, pirâmides, etc. 


A Trimurti Hindú - Brahma, Vishnu e Shiva

Você já se perguntou porque naqueles tempos antigos, em que não existiam comunicações entre os continentes, já existiam pirâmides na América Central, no Egito, na Índia etc., com todo um corpo de doutrina espiritual evidente?



Pirâmides Maia e Egípcia


Todas as grandes civilizações tiveram sua instrução espiritual e seu esoterismo crístico através de seus mensageiros e enviados de Deus, muitos deles cristificados.

A Serpente no Hinduismo
Todas as formas religiosas possuem princípios crísticos e religiosos em comum, porque a Verdade é foi e será sempre a mesma, ainda que venha em linguagem esotérica diferente e sob novas formas religiosas. 

Todas praticamente falam de dimensões superiores ( os Céus ) e das dimensões inferiores (o inferno ) . Aquilo que se conhece como INFERNO dos cristãos é o mesmo TÁRTARO dos gregos, o AVITCHE dos hindus e AVERNO dos romanos . 

O Mistério da Serpente na Cultura Egípcia
Os mistérios da serpente o encontramos nas civilizações Egípcia, Hindú, Maia , Asteca, etc. A luta entre anjos e demônios, entre a LUZ e as TREVAS e o bem e o mal, estão contidas praticamente em todas as formas religiosas do oriente ao ocidente, assim como vamos encontrar o princípio CRÍSTICO em todas as grandes doutrinas religiosas. CRISTO não é um indivíduo, mas sim um princípio universal, cósmico e impessoal. Cristo foi representado também por Osiris  que nasceu como Deus e cresceu como homem para depois tomar o posto de FARAÓ e reinar entre os homens delegando lhes a base de todo ofício e toda arte e cultura da grande civilização egípcia.



A Sabedoria da Serpente na Cultura Asteca


Esclarece o grande mestre gnóstico Samael Aun Weor:

Samael Aun Weor
"Os ensinamentos do Zend Avesta, à semelhança dos princípios doutrinários encontrados no Livro dos Mortos dos Egípcios, contêm o Princípio Cristo. A llíada de Homero, a Bíblia Hebráica, assim como os Eddas Germânicos e os Livros Sibilinos dos Romanos, contêm o mesmo princípio Cristo. Isto é o suficiente para demonstrar que o Cristo é anterior a Jesus de Nazaré. Cristo não é um só indivíduo; Cristo é um Princípio Cósmico que devemos assimilar dentro de nossa própria natureza física, psicossomática e espiritual, mediante a Magia Sexual. Entre os Persas, Cristo é Ormuz, Ahura−Mazda; o terrível inimigo de Arimã (o satã que levamos dentro de nós). Entre os hindus, Krishna é o Cristo. E o evangelho de Krishna é muito semelhante ao de Jesus de Nazaré. Entre os Egípcios, Cristo é Osíris e todo aquele que o encarnava era de fato um Osirificado. Entre os Chineses é Fu−Hi, o Cristo Cósmico, que compôs o "I−King", livro das leis, e nomeou Ministros Dragões. Entre os Gregos, o Cristo chamava−se Zeus, Júpiter, o Pai dos Deuses. Entre osAstecas é Quetzalcoatl, o Cristo Mexicano. Entre os Eddas Germânicos é Balder, O Cristo que foi assassinado por Hoder, Deus da Guerra, com uma flecha de agárico. Assim, poderíamos citar o Cristo Cósmico em milhares de livros arcaicos e VELHAS TRADICÕES que vêm de milhões de anos antes de Jesus. Tudo isto convida−nos a aceitar que o Cristo é um Princípio Cósmico contido nos princípios substanciais de todas as Religiões". ( V.M. Samael Aun Weor ) 
.

Zeus, Vênus e os deuses do Olimpo

Cristo ou Christus em latim é o Logos platônico, o Crestos hebraico, o Vishnú Indostânico( ou hindú ), o Chokmah da Kabala, nosso salvador interior profundo. Ele existe como CRISTO CÓSMICO no universo e como o CRISTO ÍNTIMO em cada criatura humana, como chispa divinal, a quem precisamos saber sintonizar e assimilar, para nos guiar pela CONSCIÊNCIA superlativa do SER e ganhar as grandes idéias e pensamento superior.

Nele está a felicidade, a paz, a fraternidade, o fogo e o GRANDE ALENTO. Ele existe na criação macrocósmica e também no microcosmos homem. É uma força divina que pode se expressar em qualquer homem quando se preparou durante os processos relativos a cristificação de nosso SER SUPERIOR.

É o caso do Grande Mestre Jesus que se expressava pelo verbo de   seu Deus Interno, de seu CRISTO ÍNTIMO, daí o nome JESUS DE NAZARETH passar para JESUS CRISTO, pois que no divino Kabir apenas se manifestava o Christus Rex ou Cristo-Rei, em sua natureza cósmica e unitotal.


CRISTO DEUS


Somente quem encarna o CRISTO, pode dizer EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA. EU SOU O PÃO. EU SOU A LUZ DO MUNDO. EU SOU O MESSIAS. EU E O PAI SOMOS UM. Realmente, Ele será sempre o Filho de Deus, o Rei dos Reis, a Luz do Mundo, o Alfa e o Ômega, o Cordeiro de Deus, etc. A doutrina de Jesus é a doutrina do EU SOU, a doutrina do CRISTO em ação.

O CRISTO-SOL


Sol; Símbolo do Cristo Universal
Nas grandes religiões do mundo encontramos o princípio crístico universal , porque em todas as grandes doutrinas foram deixados pelos mensageiros de Cristo.

No vídeo ateísta Zeitgeist vemos falar:

"Desde o ano 10.000 a.C. a história está repleta de pinturas e escrituras que demonstram o respeito e a adoração dos povos por este astro. E é simples entender o porquê, dado que todas as manhãs o sol nasce trazendo consigo visão, calor e segurança, salvando o homem do frio e do escuro da noite, repleta de predadores. Sem ele, todas as culturas perceberam que não haveria colheitas nem vida no planeta. Estas realidades fizeram do sol o astro mais adorado de todos os tempos".( Do filme Zeitgeist )

Isto tudo é conversa de fanáticos ateus, de pessoas que não entendem nada sobre ESOTERISMO CRISTÃO GNÓSTICO... Nas antigas civilizações o povo adorava o sol, não porque o SOL FÍSICO dava luz, calor, vida, colheita e proteção contra os predadores, mas porque sabiam que o Sol era a representação de Deus, do CRISTO, por isso a expressão CRISTO-SOL, portador da verdade e doador da vida.

Escreveu o Mestre Samael:

"O MENINO SOL nasce as vinte e quatro, já para amanhecer de vinte e cinco de dezembro, e se crucifica no equinócio de primavera para dar vida a tudo o que existe. O fixo da data de seu nascimento e o variável de sua morte, têm sempre em todas as teogonias religiosas profunda significação.
Débil e desválido nasce o menino sol neste humilde presépio do mundo e em uma dessas noites muito longas do inverno, quando os dias são muito curtos nas regiões do norte. O signo da virgem celestial se eleva no horizonte pela época de natal e assim nasce o menino para salvar o mundo. O Cristo-Sol, durante a infância se encontra rodeado de perigos e é realmente bem claro que o reino das trevas é muito mais longo que o seu nos primeiros dias porém ele vive apesar de todos os terríveis perigos que o ameaçam.
Passa o tempo..., Os dias se prolongam cruelmente e chega o equinócio de primavera, a Semana Santa, o momento de cruzar de um extremo a outro, o instante da crucifixação do senhor neste nosso mundo.
O Cristo-Sol se crucifica em nosso planeta Terra para dar vida a tudo o que existe; depois de sua morte ressuscita em toda a criação e amadurecem então a uva e o grão. A lei do logos é o sacrifício.
Este é o drama cósmico que se repete de momento em momento em todo o espaço infinito, em todos os mundos, em todos os sóis. Este é o drama cósmico que se representava em forma cênica nos templos de egito, grécia, índia, méxico, etc. Este é o drama cósmico que se representa em todos os templos de todos os mundos do espaço infinito. O aspecto secundário deste grande drama corresponde com inteira exatidão a todo INDIVÍDUO SAGRADO que, mediante a revolução da consciência, alcança a iniciação venusta e converte-se em HERÓI SOLAR".
( V.M. Samael Aun Weor )

A crucificação de nosso SER ÍNTIMO, de nosso amado Senhor Salvador é a CRISTIFICAÇÃO do LOGOS no homem, que surge como mais um Elohim para acrescentar luz, calor, beleza e vida a criação.

É ser demasiado ignorante supor que povos de admiráveis civilizações antigas adoravam ao SOL FÍSICO como Deus, devido ao luminoso astro fornecer luz, vida, colheita, proteção contra os predadores, etc.

Quando ateus se metem a manipular as escrituras antigas com o fim de desacreditar e infundir seus ceticismos intelectualóides é realmente um desastre; principalmente quando examinam as diversas tradições antigas para dizer que Jesus nunca existiu ou que foi plágio de mitologias egípcia, grega, persa, hindu, etc. Não entendem nada de esoterismo, os INIMIGOS DO CRISTO, e querem por toda forma convencer os INCAUTOS de que Jesus foi um mito inventado e plagiado de antigas culturas.

Não sabem que o Cristo sempre constou nas diferentes escrituras sob nomes diferentes, tudo por não querer entender e tampouco admitir que todas as grandes religiões possuem o mesmo PRINCÍPIO CRÍSTICO UNIVERSAL. Eles são contra o Cristo e é simplesmente normal não quererem compreender o óbvio, para assim poderem continuar condicionando as pessoas , com o propósito evidente de desacreditar, o princípio CRISTO inserido em todas as grandes culturas e religiões, para então sair dizendo que foi tão somente plágio de culturas antigas.


Nascimento e Morte das Formas Religiosas


No filme Zeitgeist falando sobre a Bíblia vemos escrito:

"Este livro está relacionado com a astrologia mais do que qualquer outra coisa. Voltando a cruz do zodíaco, o elemento figurativo da vida é o sol, isto não era uma mera representação artística, ou ferramenta para seguir os movimentos do sol. Era um símbolo espiritual pagão. Isto não é um símbolo do cristianismo".( Do filme Zeitgeist )

O que não sabe os ignorantes do filme Zeitgeist é que a religião nasce, cresce, desenvolve e depois se degenera e morre. Porém, seus princípios religiosos, seus valores eternos nunca morrem. Morre a forma religiosa, mas não os seus princípios crísticos eternos.

Então, diz o Mestre Samael Aun Weor:

Cruz Egípcia
"Quando uma forma religiosa degenera, desaparece e em seu lugar a vida universal cria novas formas religiosas. O autêntico cristianismo gnóstico primitivo vem do paganismo. Antes do paganismo se venerou, em todos os cultos, o Cristo Cósmico. No Egito, Hermes foi o Cristo. No México, o Cristo foi Quetzalcoatl; na Índia Sagrada, Krishna é Cristo. Na Terra Santa, o Grande Gnóstico Jesus, educado na terra do Egito, foi quem teve a dita de assimilar o Princípio Crístico Universal e por isso mereceu ser rebatizado com a Seidade do Fogo e da Cruz: Khristus".

As Serpentes no Caduceu de Mercúrio
"Jamais faltou em religião alguma o princípio CRISTO. A religião é inerente a vida como a umidade à água. A GRANDE RELIGIÃO CÓSMICA UNIVERSAL se modifica em milhares de formas religiosas. Os sacerdotes estão plenamente identificados uns com os outros em todas as formas religiosas, pelos princípios fundamentais da grande religião cósmica universal. Não existe diferença básica entre o sacerdote maometano e o sacerdote judeu, ou entre o sacerdote pagão e o cristão legítimo. A religião é UMA; Única e absolutamente universal.
( V.M. Samael Aun Weor )


A Degeneração do Paganismo

.

Cruz Celta
Toda forma religiosa que surge chega ao seu apogeu e depois os humanóides a degenera. No entanto a vida universal ( O CRISTO ) cria uma nova forma religiosa para regenerar os valores espirituais e devolver o mesmo princípio crístico sob uma nova linguagem ou nova forma religiosa. Assim aconteceu também com o paganismo.

Escreveu o Mestre Samael Aun Weor:

"O paganismo também teve seu começo, meio e fim. Em sua fase inicial foi uma cultura esplendorosa e teve sua função ou missão na Terra. Mas, em sua fase final, a casta sacerdotal pagã havia se degenerado e caído no mais completo descrédito, de tal modo que as multidões não mais respeitavam os sacerdotes, satirizando os rituais e todas as divindades. Fizeram do Deus Baco um bêbado, a Deusa Vênus em uma mulher adúltera e fatal, transformaram Júpter em um Dom Juan ocupado em seduzir Deusas e mulheres mortais, etc. Até o Olimpo, a morada dos deuses, converteu-se em bacanal. Já não mais compreendiam o profundo significado da sabedoria greco-romana. De nada serviram então a reprovação dos sacerdotes, as excomunhões dos pontífices e dos mitrados, pois ninguém os respeitava. Além do mais, a maior parte dos sacerdotes pagãos se degeneraram, convertendo-se em esmoleiros, vagabundos e alvos de zombarias. Ninguém lhes davam mais crédito e o paganismo romano chegou a sua morte.  

Cruz dos Cristãos
O mundo, então, necessitava de uma nova forma religiosa e Jesus foi o iniciador desta Nova Era. Nasceu, então, o CRISTIANISMO PRIMITIVO. Uma nova forma religiosa era necessária para devolver aos povos os mesmos princípios crísticos, sempre eternos. Nesta mesma época, muitos homens se declararam salvadores ou avataras da Nova Era, mas somente Jesus foi o iniciador da Nova Era, pois somente ele soube fazer a diferença. A doutrina de Jesus é o esoterismo do Cristo Cósmico, a religião universal de todas as idades, o gnosticismo primordial ensinado na sua Gnose". ( V.M. Samael Aun Weor )

Também disse o grande mestre gnóstico Samael Aun Weor:

"Quando uma forma religiosa desaparece, entrega seus princípios Ecumênicos Universais à forma religiosa que a sucede, essa é a lei da vida. Jesus tem os divinos atributos de Krishna, Buda, Zeus-Júpiter, Apolo e todos eles nascem duma virgem. Realmente, o Cristo nasce sempre da Virgem Mãe do Mundo..."
.
Fica agora compreendido porquê existem elementos simbológicos e espirituais em comum entre as diversas formas religiosas, justamente porque se conserva entre elas os mesmos princípios religiosos universais, razão pela qual vai aparecer também nas culturas antigas o Julgamento Final, o Fim dos Tempos, o Dilúvio, a Imaculada Concepção, a Crucificação, Morte e Ressurreição, os Salvadores e suas Leis Sagradas, a Natividade e vários outros elementos religiosos e alegóricos que se coincidem entre si, como é o caso também da CRUZ, etc.


Cruz Suméria

"La Cruz es un símbolo muy antiguo, empleado desde siempre en todas las religiones, en todos los pueblos, y erraría quien la considerase como un emblema exclusivo de tal o cual secta religiosa. Cuando los conquistadores españoles llegaron a la tierra santa de los aztecas, encontraron a la Cruz sobre los altares". ( V.M. Samael Aun Weor )


Ísis e o menino Hórus
O CRISTO sempre nascerá da VIRGEM MÃE, aos 25 de dezembro, na presença da estrela ao leste, seguido por TRÊS REIS e terá seus discípulos e fará curas e prodígios extraordinários. Ele será sempre a VERDADE, o Herói Solar, o Bom Pastor, o Salvador, o Deus-Sol, o Filho adorado de Deus, a Luz do Mundo, o Rei dos Reis, o Alfa e o Ômega, etc. Não tem nada ver com esta conversa de "plágio" dos ignorantes intelectualóides que estudam escrituras sagradas e mitolologias antigas com o propósito evidente de desacreditar os teístas e combater o cristianismo.

O ateísmo também é uma forma de "religião", de RELIGIÃO INVERTIDA, onde a ciência materialista é sua BíBLIA e sua filosofia doutrinária é desacreditar e desfazer qualquer forma espiritual ou religiosa, declaradamente ou indiretamente. Podemos dizer que toda religião que contenha o PRINCÍPIO CRÍSTICO UNIVERSAL é CRISTÃ, porém o ateismo é sempre anticristão por se empenhar em desacreditar os princípios espirituais eternos contidos nas GRANDES DOUTRINAS.

O chamado anticristo não surge do pensamento espiritual devocional e sim do pensamento anticristão intelectual. O pensamento anticrístico quer governar o mundo e ele entra na política, na filosofia, na ciência, na literatura, na educação, na arte, na cultura e até na religião, se possível, para inutilizá-la com seu ceticismo, suas teorias e intelectualoidismos, etc. O ANTICRISTO, como já sabemos não é um indivíduo e sim uma natureza oposta e contrária ao CRISTO que também transita pelas mentes humanas.

Então temos que nos decidir pelo CRISTO, temos que aspirar e se aproximar do CRISTO ÍNTIMO e fazer parte da CONSCIÊNCIA SOLAR, cada vez mais, ao estar eliminando o ego, ao estar transmutando a energia crística criadora e ajudando a humanidade fortemente com as idéias solares do CRISTO CÓSMICO. Nenhum movimento, nenhum órgão ou sistema governamental poderia mudar a sociedade e o mundo fundamentalmente e positivamente se nos afastamos da religião crística universal; se nos afastamos de nosso SER ÍNTIMO e dos DEUSES CRIADORES, por menosprezar qualquer ajuda superior divina.

Se o nosso mundo não tivesse os ensinamentos deixados pelos VERDADEIROS MESTRES e AVATARES; se os homens estivessem afastados completamente de seu DEUS INTERNO, o sistema de vida de nosso mundo estaria bem pior do que se encontra atualmente.

A devoção à DEUS, ao CRISTO e o espírito ético, fraterno, caridoso e humanitário contidos nos GRANDES LIVROS sagrados, contagiou os povos, influenciou a cultura e impediu nossa humanidade de se tornar ainda pior. O que falta as religiões e aos sistemas esotéricos são as CHAVES DA DIVINA GNOSIS, onde se encontra a SÍNTESE de todas as formas religiosas. Se ao menos as religiões aderissem a prática de auto-observação e morte do ego através de nossa Mãe Divina interior ( Deus-Mãe ), já seria um passo extraordinário para nos capacitar espiritualmente ao ponto de ganhar méritos e reunir maior consciência e vontade para entrar nos mistérios maiores da iniciação solar.

"Certamente, quando não existem dentro de nós os agregados psíquicos, os elementos inumanos que nos tornam tão horríveis e malvados, não há Karma por pagar e o resultado é a felicidade. Nem todas as criaturas ditosas que vivem em todos os mundos do espaço infinito alcançaram a maestria. No entanto, encontram-se em consonância com a ordem cósmica, porque não tem ego. Quando vivemos de acordo com o reto pensar, o reto sentir e o reto obrar, as consequências costumam ser ditosas". ( Samael Aun Weor )
 
A religião é uma plataforma intermediária que nos inspira a buscar a Deus, nosso REAL SER. Depois que o buscador encontra as CHAVES DA DIVINA GNOSIS, ele já não necessita mais de religião, por isso o Mestre Rabolú dizer que não existe religião nas civilizações extraterrestres, pois para o religare o que se necessita é da SÍNTESE GNÓSTICA; é estar ligado ao nosso DEUS INTERIOR PROFUNDO e despertar a consciência crística solar. Quem vai adquirindo consciência são os que podem ganhar maior liberdade e nascer em lugares melhores, pois a Lei Superior Divina sabe que não irá danar a sociedade, o semelhante, a natureza, o planeta e o cosmos. 
Para tanto, necessitamos da psicologia revolucionária gnóstica em marcha. É necessário eliminar valores psicológicos densos para se poder construir um sistema de vida melhor, mais elevado, feliz, fraterno e transcendente.

Se os líderes religiosos de nosso mundo pusessem de acordo com a Gnosis de Jesus, a sociedade humana alcançaria um novo estado interior e uma vida mais altaneira e edificante. No entanto, esses líderes, infelizmente muitos deles equivocados e muitos outros oportunistas, são continuadores de deformidades doutrinárias antigas que se dedicaram a se opor e ocultar a SÍNTESE DA GRANDE RELIGIÃO CÓSMICA UNIVERSAL.

À eles, diz o Grande Mestre Jesus:

“Os fariseus e os escribas tomaram as CHAVES DA GNOSIS. Eles não entraram e nem deixaram entrar aqueles que queriam entrar. Vós, no entanto, sede sábios como a serpente e manso como as pombas”( JESUS CRISTO – Evangelho de São Tomé )


O Cristo nasce sempre em dezembro
as 24 horas e de uma Virgem Mãe.


A Virgem e o Menino
Ele nasce a vinte e quatro de dezembro à meia noite, já para amanhecer o vinte e cinco; quando o sol se move de sul a norte e de norte para o sul.

O sol avançando para o norte, celebra-se o nascimento do MENINO-DEUS, que surge primeiramente e ocultamente no ventre da sempre Virgem Mãe Divina ( Deus-Mãe ), para se crucificar nos mundos, razão pela qual sempre se representou a Virgem com o menino em seus braços. É a natividade; o nascimento interno; o nascimento do Cristo no iniciado.

Deus-Mãe em nosso interior, é a VIRGEM que foi representada no cristianismo por Maria ( mãe de Jesus ), o menino é o Cristo que precisa nascer em todo INICIADO e os Três Reis Magos representam ( entre outros significados ) também o ÍNTIMO ( Átman ), a ALMA DIVINA ( Budhi ) e a ALMA HUMANA ( Manas ou bothisatwa ). A Estrela de Belém é o Sol Central, é o GRANDE ALENTO UNIVERSAL DA VIDA e o nosso Cristo Íntimo é tão somente uma partícula desse SOL CENTRAL E ESPIRITUAL.

Divina Mãe e Krishna Menino
Assim se entende porque o Cristo nasce sempre de uma VIRGEM. A virgem é a Mãe Divina Devi Kundalini Shakti ( Deus-Mãe); é a mesma Ísis com o menino-Deus em seus braços; é a Nossa Senhora com o Cristo em seu colo.

O nascimento do Cristo-Menino, é um dos acontecimentos mais extraordinário na vida de um INICIADO. É quando a humana Alma se diviniza e o Cristo se humaniza e desta mescla divina e humana é isso que se chama o FILHO DO HOMEM, como bem nos ensinou e explicou o Grande Mestre Samael Aun Weor.

Hórus
Então Hórus deve vencer e destruir a Seth ( o ego ) para adquirir ALMA DE DIAMANTE.  Hórus é também Átman, o Espírito Divino, nosso Real SER, que unido ao Cristo-Menino vai crescendo e se desenvolvendo pouco a pouco nos braços da Mãe Divina Kundalini Shakti.

Ele vai lutar e destruir a Seth e ressuscitar a Osíris.  Osiris o esposo de Ísis é também filho de Nut; por isso Osíris ser também a viva representação do Cristo. Osíris, Hórus e ÍSIS, eis aí a divina TRINDADE no esoterismo egípcio
.


Na figura vemos Hórus, Osiris e ÍSIS;  A Trindade Egípcia


Diz o V.M. Samael Aun Weor:

"Os emblemas, símbolos e dramas do nascimento dos deuses são sempre os mesmos. O Deus Mitra nasce no dia 24 de dezembro, as 12 da noite, como Jesus. O lugar de nascimento de Jesus, Belém. Este nome vem do nome do Deus dos Babilônios e dos Germanos que, assim, denominavam o Deus-Sol. Bel, ou Beleno. Com isto se quis dar a entender a realidade de um homem que encarnou o Cristo-Sol. As Deusas Ísis, Juno, Deméter, Ceres, Vesta, Maia, foram, então personificadas na Mãe do Hierofante Jesus, a hebréia Maria foi uma grande iniciada, isto o sabe todo ocultista. Todas essas Deusas-Mães bem podem representar a Divina-Mãe Kundalini, da qual nasce sempre o verbo universal da vida". ( V.M. Samael Aun Weor )

Vamos agora transcrever um texto do grande mestre gnóstico Samael Aun Weor , pois que o princípio crístico contido em toda tradição, diz respeito ao nascimento do CRISTO ÍNTIMO no homem.

V.M. Samael Aun Weor
"O CRISTO SENHOR NOSSO nascerá sempre dentro do humilde estábulo individual de todo Iniciado preparado. A MÃE do SENHOR foi, é e será sempre a DIVINA MÃE KUNDALINI, a SERPENTE ÍGNEA de nossos mágicos poderes.
Os reis da inteligência, os três reis magos, os verdadeiros gênios reconhecerão sempre ao SENHOR e virão a adorar-lhe.

O MENINO ver-se-á sempre em grandes perigos. Herodes, o mundo, os tenebrosos, quererão sempre degolá-lo. O Batismo no Jordão da existência será indispensável. As águas da vida limpam, transformam, batizam. A Transfiguração interpreta com suma inteligência a lei de Moisés ensinando as gentes e exercendo em seu trabalho todo o zêlo maravilhoso de um Elias. O SENHOR virá sempre a nós caminhando sobre as ondas embravecidas do mar da vida.

O SENHOR ÍNTIMO sempre estabelecerá a ordem em nossa mente e devolverá a nossos olhos a luz perdida. O Senhor Interior multiplicará sempre o pão da Eucaristia para alimento e fortaleza de nossas almas. O ADORÁVEL encarnado no INICIADO pregará nas calçadas desta grande Jerusalém do mundo entregando à humanidade a mensagem da nova era e seu rosto coroado de espinhos, uma e outra vez, ficará gravado para sempre no pano da Verônica.

Na consciência do INICIADO haverá, sempre eventos cósmicos formidáveis e, entre raios, trovões e grandes terremotos da alma, o SENHOR sempre entregará seu ESPÍRITO ao PAI exclamando: "Meu Pai, em tuas mãos encomendo meu espirito" - e depois de baixar o corpo ao sepulcro se repetirá sempre a ressurreição aos três dias e meio.

O Mito Solar tem dois aspectos: o primeiro representa a atividade cósmica do SEGUNDO LOGOS no amanhecer de todo novo mundo que nasce de entre o ventre da GRANDE MÃE. O segundo aspecto vem a resumir a vida de todo indivíduo sagrado que se converte em uma encarnação do SEGUNDO LOGOS, o CRISTO CÓSMICO. O herói do Mito Solar tem sido sempre apresentado em todos os tempos como um HOMEM-DEUS e sua vida se desenvolve conforme a carreira ou curso do Sol que é o veículo Cósmico do LOGOS SOLAR.

No passado, nos Antigos Tempos, o nascimento de MITRA sempre foi celebrado com grandes regozijos em solstício de inverno.
HÓRUS, espírito divino filho de ÍSIS e OSÍRIS no velho Egito dos Faraós, nascia também no solstício de inverno.

Ninguém sabe com exatidão a data precisa em que nasceu Jesus de Nazaré. Existiram 136 datas distintas atribuídas ao nascimento de Jesus. Os GNÓSTICOS INICIADOS resolveram com suma sabedoria fixar a data do nascimento de Jesus para o 24 de Dezembro às doze horas da noite, isto é, para os primeiros minutos do dia 25 do mesmo mês.

Em todo mito solar o DIVINO SALVADOR, o CRISTO ÍNTIMO de todo indivíduo sagrado nasce sempre de entre o ventre da VIRGEM IMACULADA, a DIVINA MÃE KUNDALINI; isto nos recorda ao MENINO SOL do 24 ou 25 de dezembro, avançando, nascendo, caminhando para o norte em instantes nos quais a Constelação de Virgo, a VIRGEM IMACULADA brilha resplandecente no Zenit.

Sempre o Sol, sempre o CRISTO CÓSMICO no Cosmos ou no homem nasce de entre as entranhas da VIRGEM MÃE CÓSMICA.

BUDDHA nasce de uma virgem chamada MAYA DEVI de acordo com o drama cósmico sabiamente compreendido pelos chinêses INICIADOS.

A morte e ressurreição do SENHOR no equinócio de primavera, é assunto tão amplamente difundido como seu nascimento no solstício de inverno.

Em tal época morria OSÍRIS em mãos de TIFON, e se lhe representava com os braços estendidos como se estivesse crucificado.

Por essa época chorava-se cada ano a morte de TAMMUS em Babilônia e em Síria por esta época do equinócio de primavera havia também muitos lamentos sagrados, então se chorava por ADÓNIS, não somente na Síria como também na Grécia. Na Pérsia se celebrava a morte de MITHRA pela mesma época do equinócio de primavera.

Em todas as Escolas de Mistérios se representava em forma dramática toda a carreira ou curso solar desde seu nascimento até sua morte e ressurreição. O INICIADO constituía sua vida com o drama solar e se convertia de fato em um INDIVÍDUO SOLAR". ( V.M. Samael Aun Weor )

V.M. Adonai
"Mitra, muitos séculos antes de Jesus, teve sua última ceia com seus discípulos, antes de sua ascensão ao céu; Mitra foi levado ao céu pelo Sol, em sua radiante quádriga (lenda de Elias, na Bíblia). E está sentado à direita do DEUS SOL, e nunca deixou de proteger os fiéis que lhe serviam. Mitra, em linguagem filosófica, é o LOGOS que foi emanado de DEUS e participou de sua onipotência, o qual depois de haver modelado o cosmos como DEMIURGO, continuou velando por ele. MITRA; em resumidas palavras, é o Cristo dos Persas. ( Dr. Jorge Adoum - V.M. Adonai )



Depois com mais tempo continuaremos...


_____________________________________________

Fonte - Gnose Samael Gnosis Gnósticos
Gnósticos da Era de Aquário
.